Faça parte de uma das melhores formações em Hipnoterapia do Brasil.

Hipnose e transe hipnótico – 11 Definições sobre Hipnose

Hipnose e Transe Hipnótico
Hipnose

Hipnose e transe hipnótico – 11 Definições sobre Hipnose

Quando se ouve a palavra “hipnose”, normalmente está associada com alguma espécie de poder do hipnotizador sobre o hipnotizado, controle da mente e há, constantemente, uma aura e misticismo pelo fato desta estar também associada a apresentações de ilusionismo e filmes que, muitas vezes, exageram e criam um sensacionalismo fictício a respeito deste fenômeno que não passa de algo natural que ocorre diariamente com todas as pessoas.

HipnoseO estado de transe hipnótico é frequentemente comparado ao estado de sono – daí vem o termo “hypnos (significa sono)” – devido ao relaxamento profundo que ele provoca no sujeito hipnotizado e “osis (significa ação ou processo)“. Porém, também existem estados hipnóticos em que este relaxamento não ocorre, fazendo com que o sujeito permaneça em estado de alerta e com total controle sobre sua musculatura.

Hipnose, segundo a atual definição pela Associação Americana de Psicologia, é um estado de consciência que envolve atenção focada e consciência periférica reduzida, caracterizado por uma maior capacidade de resposta à sugestão. Segundo esta mesma associação, a hipnose é um procedimento durante o qual um profissional de saúde ou pesquisador sugere a um cliente, paciente, ou sujeito que vivencie mudanças em sensações, percepções, pensamentos ou comportamento.

Este contexto é iniciado após um procedimento de indução hipnótica, em que sujeito necessita seguir instruções simples e manter sua atenção e concentração voltada para a voz do hipnotista a fim de que as mudanças aconteçam e o sujeito vivencie uma experiência na qual terá acesso a novas formas de processamentos e acesso a informações, modulação de respostas sensoriais, dentre outras alterações derivadas do funcionamento cerebral em estado hipnótico.

Quando o sujeito está em transe, acontece de o córtex pré-frontal, responsável pelo julgamento crítico, reduzir seu funcionamento fazendo com que as sugestões dadas pelo hipnotista atinjam diretamente os níveis inconscientes provocando mudanças emocionais, psíquicas e fisiológicas imediatas.

Existem algumas discussões a respeito da definição exata sobre o que é e o que não é hipnose, inclusive algumas teorias que dizem que se trata de um estado alterado de consciência que precisa ser induzido por alguém, chamadas de Teorias de Estado, e outras que dizem se tratar apenas de um fenômeno natural em que a atenção fica concentrada, chamadas de Teorias de Não Estado.

Comunicação + Influência = Hipnose

A Hipnose acontece, em geral, quando unimos Comunicação + Influência: (C+I = H)

Ela ocorre em basicamente duas etapas:Hipnose e Transe Hipnótico

  1. Absorção da atenção da mente Consciente (C)
    Através de sensações, sentimentos, percepções
  2. Envolvimento da mente inconsciente (IC)
    Para o surgimento dos fenômenos hipnóticos

O transe hipnótico é, por sua vez, a união das duas etapas anteriores: absorver a atenção da mente consciente + envolver a mente inconsciente.

CONCEITOS GERAIS

Tradicionalmente, a hipnose tem sido considerada como estado subjetivo de experiência no qual o indivíduo tem capacidades ou experiências
geralmente diferentes daquelas que experimenta quando acordado. Numa visão mais “moderna”, a hipnose é um processo de comunicação efetiva que influencia e produz mudanças. Ela é vista como um fenômeno relacional.

Existem várias definições e conceitos sobre o que é Hipnose. Abaixo listamos 11 delas:

  1. Como guiar um sonho.
  2. Um estado natural e alterado de consciência.
  3. Um estado de relaxamento e hipersugestionabilidade ⇒ maior responsividade.
  4. Um estado de transição entre estar acordado e adormecer.
  5. Um processo sistêmico.
  6. Uma ponte entre o hemisfério cerebral direito e o esquerdo (Zeig).
  7. A zona neutra, o ponto morto para que aconteça a troca de marcha (Zeig).
  8. Toda hipnose é auto hipnose.
  9. É o uso da comunicação para alterar realidades. (James Tripp)
  10. Um estado de transe é um estado alternativo de consciência, isto é, uma forma diferente de estar acordado, onde a atenção está orientada mais intensamente para o interior do que para o exterior, com flutuações particulares em cada caso. Durante o transe a pessoa tem uma grande atividade interna, sem perder o estado de alerta, isto é, estando acordada. (Tereza Robles).
  11. O transe é um período no qual as limitações que uma pessoa tem, no que dizem respeito a sua estrutura comum de referências e crenças, ficam temporariamente alterados, de modo que o paciente se torna receptivo aos padrões, às associações e aos moldes de funcionamento que conduzem a solução de problemas. (M. Erickson).

Utilização da hipnose

Hipnose ClínicaA hipnose é uma ferramenta que pode ser empregada em infinitas áreas da vida cotidiana, até mesmo para quem não tem interesse em se profissionalizar no assunto. Por se tratar de uma comunicação aprimorada, ela pode ser usada em vendas, apresentação de seminários, palestras, etc.

Para quem se interessa na parte de entretenimento, ela é bastante utilizada por mágicos em suas apresentações para incorporar um elemento a mais ao show, em que a plateia participa de forma ativa e pode ter a chance de experimentar um fenômeno mental totalmente real e ainda se beneficiar disso, caso o hipnotista dê um “presente hipnótico” ao final da apresentação.

Há também quem goste de fazer demonstrações de hipnose nas ruas, na modalidade conhecida como Street Hypnosis, em que pessoas desconhecidas são abordadas aleatoriamente e, com o devido consentimento, são hipnotizadas e surpreendem-se com o próprio poder de suas mentes.

Agora, sem dúvida alguma, as áreas em que a hipnose é aplicada com resultados incríveis e surpreendentes, são nas abordagens clínica, médica e terapêutica. Os conselhos de Psicologia, Medicina, Odontologia e Fisioterapia reconhecem a hipnose como ferramenta de auxílio em procedimentos.

Vale ressaltar que hipnose em si não é uma terapia! Na psicologia, ela é usada em qualquer abordagem psicoterápica como uma catalisadora de processos, os quais sem ela demorariam bem mais tempo para se resolverem. Na medicina, odontologia e fisioterapia, ela pode ser utilizada para diversos fins, tais como:

  • Alívio de dores, produzindo analgesia ou anestesia
  • Nos diferentes setores da clínica e cirurgia, notadamente em obstetrícia
  • Como tranquilizante para o alívio dos estados de ansiedade a apreensão, qualquer que seja a sua causa
  • Em qualquer condição na qual a psicoterapia possa ser útil
  • No controle de alguns hábitos (ex.: tabagismo e alcoolismo)
  • Auxílio no emagrecimento
  • Experimentalmente em qualquer pesquisa, no campo psicológico e/ou neurofisiológico e outros

 

Comentários (16)

  1. Jesse Paulo Alonso

    Uma das coisas que hoje faço no meu pre talk é sempre começar falando que:
    Uma das definições da hipnose que mais me agrada, é foco e concentração….
    Pois ja aconteceu de a pessoa falar, mas olha eu li que hipnose é outra coisa e tals…. Entao ja de inicio eu deixo claro que a explicação que estou dando é a que mais me agrada ( na verdade é a que é mais facil das pessoas entenderem por isso mais me agrada rs )

    1. Top!! Eu tb curto muito essa definição

  2. Mariza De Lucca Traverso

    Realmente é incrível o uso da hipnose, após uma sessão já se vê na fisionomia e postura do cliente as mudanças geradas…e muito rápido.

    1. Essa é um dos pontos com os quais eu sempre me encanto! Muitas vezes eu me impressiono com os resultados que surgem após uma única sessão.

  3. Célio Gomes

    Bom, acredito que todos os 11 tópicos estão corretos. São palavras que falam e conceituam um mesmo processo. A Hipnose é fantástica, acontece e pode mudar nossas vidas. Alguns veem o processo sob uma ótica diferente mas acreditando no mesmo resultado.
    É isso !

    1. Grande Célio! Gratidão por participar meu amigo!

  4. REGIS JUNIOR

    Muito esclarecedor, pois demonstra como a hipnose pode ser usada nas diversas situações onde profissionais da área da saúde aplicam a técnica em seus pacientes e no cotidiano, para que possamos atingir o auto conhecimento! Excelentes exemplos das definições do que é a hipnose! Parabéns !

    1. Show Régis! Gratidão

  5. Jaime Pombinho

    Página muito bem redigida e esclarecedora para qualquer iniciado na hipnose quer como terapeuta quer, fundamentalmente como cliente, dado verá esclarecidos alguns mitos que alimentam receios quanto ao processo.
    Parabéns!

    1. Valeu Jaime!! Abração

  6. Tiago

    Ótimo mestre

    1. Gratidão Tiago!

  7. Ana

    Excelente artigo para desmistificar o que a maioria acredita. Eu mesma, tinha medo.

    1. Que bom que o artigo esclareceu Ana!

  8. Mauro Yoshiaki Novalo

    Boas definições e conceitos anotados, como o campo ainda é muito vasto, desconhecido, estes já bastam para justificar para algumas áreas (que precisem) o sentido para a prática. Para um leigo como eu, é um território totalmente desconhecido, amplo e com muito muito mas muito mesmo a aprender. Assim é ir devagarinho acompanhando os passos dos mais experientes para ajustar aos poucos meu caminho. Agradecido pelas informações Mestre André. Gratidão!!!

    1. Valeu Mauro! Forte abraço meu amigo!

Comente esse post

O seu endereço de e-mail não será publicado.